Moray e Maras

maras

No terceiro dia o tour programado era Moray e Maras. O nosso guia nos pegou no hotel de manhã cedo e partimos para Moray. Até Moray foi uma viagem de van ( meio caindo aos pedaços ) de aproximadamente 40 min. boa parte em estrada de chão batido.

Moray (foto acima) foi descoberto em 1932 por Shirppe Johnson, conforme o guia e estudiosos serviu como centro de pesquisa agrícola dos Incas, simulavam mais de 20 micro climas para estudo e adaptação das plantas… Pessoalmente não tenho muita certeza se esse era a finalidade de Moray… O passei por Moray leva cerca de 1 horas entre o papo do guia e a descida até os círculos e depois a subida ( guarde seu fôlego na descida pq a subida é sofrido por causa da altitude… ). A construção é bastante arcaico, nem perto dos encaixes vistos em Macchu Picchu, mas é uma construção incrível apesar de não se saber exatamente o uso que se dava a ele. Saimos de Moray em direção a Maras, é um percurso de aproximadamente 30 min. em estradas de chão batido e descidas por desfiladeiros ao estilo Estradas Mortais.

Maras é uma mina de sal a céu aberto. O sal é extraído de uma nascente que passa por uma mina subterrânea de sal, como muitos devem saber os Andes a milhares de anos foi o leito do Oceano que se tornou montanha com o choque das placas tectônicas do Pacifico formando assim os grandes salares e minas encontradas em todo o Andes.

O salar é uma obra recente, não é da época Inca, mas não deixa de ser incrível. Para conhecer o local leva-se aproximadamente 20 min. Um ponto legal de se conhecer é a nascente do salar, um mini córrego que alimente um soar com milhares de litros de agua!

Ali voce pode comprar o sal produzido no local ( +/- R$ 4,00 o kilo ), parte da produção é exportado como produto “gourmet”.

maras
 

 

 

Posted in cusco, peru and tagged , , . Bookmark the permalink.

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *