Kindle Paperwhite

kindle paperwhite ipad mini

[ este review não é sobre techspec, dotpitch do epaper, clock do processador etc, é sobre a experiência de ler um livro no Kindle Paperwhite ]

Ler sempre foi importante, mesmo como a chegada da Internet, ler continuou sendo importante, acho que até mais importante na era Internet, antes você ficava passivo olhando pra TV, agora a informação vem escrita (ok, as vezes de uma forma absurdamente mal escrita…), dificilmente abro uma revista ou jornal, mas meu feed do Google Reader/Feedly esta sempre cheio de noticias quentinhas separado por assunto, interesse etc.

Mas nos últimos anos percebi que deixei de ler livros, comprei alguns livros que sempre acabavam na prateleira pegando pó. O motivo não é porque tinha preguiça de ler, mas como dificilmente fico em casa, fica inviável sempre sair de casa com 2 ou 3 livros na mochila ( isso da no mínimo uns 2 kilos a mais ) e elas não estavam disponíveis em qualquer lugar a qualquer hora. Tinha que parar, pegar o livro da estante, sentar e começar a ler. Acho que hoje em dia poucos tem o luxo de ter esse tempo disponível.

Pensando nisso, dias atrás comprei o Kindle Paperwhite, o novo ( no Brasil pelo menos ) e-book da Amazon com a intenção de voltar a ler um pouco mais, até porque ler é importante pra poder escrever bem.

Ele chegou! e quando abri a caixa o Kindle estava ligado! Saiu da fabrica ligado! Fiz o setpu basico ( Amazon account, link com o Facebook, lingua do OS, wi-fi etc) e estava pronto para começar a ler.

O Diaplay é incrivel, não no sentido de ser um super AMOLED, Retina Display ou algo do genero, mas porque ele parece papel, tocando nele, tem textura e sensação de estar tocando em uma folha de papel. Existe uma magia negra por tras desse display Paperwhite, comecei a ler na cama com a luz apagada. O display emite luz, mas a sensação é de estar olhando para um papel em uma sala com luz, é uma sensação impossível de descrever.
A fonte é a gradavel e tem uma excelente resolução com 8 tamanho, 8 tipos de fonte e 3 espaçamento para configurar a pagina conforme a sua necessidade.
Ler no Kindle é praticamente como se estiivesse segurando um livro, na tela só o texto, nada de relógio, push notification, nivel da bateria, wifi, distração… NADA, só texto. É uma maquina pensado somente na leitura e nada mais, não faz um monte de coisas como o iPad, mas ele é extremamente competente para o propósito dele que é ler um bom livro.

2 coisas que me incomoda no Kindle é a posição do botão on/standy que fica na parte de baixo, é um lugar um tanto incomodo pra apertar e a falta da opção de desligar o touch para poder virar a pagina com um botão físico.

Para viajar com ele ( ainda não levei em nenhuma viagem ) acredito que seja excelente, ele pesa quase nada ( pesa equivalente a uma revista ), é menor que o iPad mini e tem autonomia de bateria para 8 semanas que dispensa levar carregador e cabo.
Acho ideal pra aquele voo de 12 horas interminável que tem o sistema de entretenimento onboard com filmes em polones e hindu ou em conecções que te obriga a ficar no aeroporto por intermináveis horas…
Ainda preciso fazer um “teste de campo” pra ver como o Kindle vai se sair em uma viagem, talvez comparar com o uso do iPad mini em uma viagem.

Assim que fizer a primeira trip experience com ele, posto as minhas impressões por aqui.

Posted in [gadget] and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *